“Por Que Front End?”, por Bernard de Luna

Como nada se cria, tudo se copia. Vamos começar uma série de post inspirado na série “Por que UX?“. A ideia e entrevistar pessoas que já trabalham na área para que possam contar um pouco da sua história, o primeiro será Bernard de Luna. Um dos ninjas do Front end no Brasil o qual admiro muito o trabalho e pude assistir a palestra dele no Braziljs 2012 que foi muito boa.

Como começou a trabalhar na área?

Comecei na parte de desenvolvimento de websites em 1997, mas foi em 1998 que ganhei meu primeiro trocado com isso. Naquela época ainda era algo muito pobre e difícil de encontrar conteúdo, principalmente em português. Só nos anos 2000 que a internet começou a estourar de verdade e o conhecimento ficou mais acessível, daí comecei a estagiar, fazer mais e mais freelas, em 2005 virei Designer Júnior e daí passei por algumas empresas como Jornal do Brasil, Petrobras, Melt DSP e hoje estou como Product Coordinator na Estante Virtual.

Por que Front End?

Foi o melhor canal para eu conseguir unir o meu lado louco com o meu lado metódico. O casamento foi ótimo pra mim e me rendeu conquistas e amigos, por mais que eu atue muito também na área de Design, estrategias, etc. Não consigo me ver longe da parte do Front-end.

Um conselho para quem está começando na área

Brinque mais!

Citação ou site preferido sobre Front End

A minha mesmo 🙂 “Performance CSS é uma boa prática, bom senso é uma obrigação” (Bernard De Luna)

Livro favorito de Front End

Todos do Maujor, pois mostra uma didática incrível através de “baby steps” e da Smashing Magazine que é uma pegada mais avançada.

Profissionais de Front End e/ou site que não dá para deixar de seguir

Todos, precisamos sempre acompanhar tudo e todos, desde o popstar Zeno Rocha, os posts do Tableless, as dicas do Pinceladas da web, os desafios do Maujor, as colunas e notícias do iMasters, os experimentos do Daniel Filho, os slides de testes javascript do Leo Balter, a vibe do Almir e Caio do Loop Infinito, tem tanta coisa hoje bacana aqui no Brasil que o que não falta é profissional bom para seguir e conhecer, se eu fosse citar todos que eu admiro e acho bons, ficaria muitos dias nesse bate-papo 🙂

Onde te encontrar na internet?

No Facebook, Twitter, meu site.

Muito obrigado ao Bernad pela participação!